sábado, 18 de outubro de 2008

Bakery Itiriki


Depois que os super, hiper, mega mercados passaram a brincar de vender pão francês, as padarias tiveram de rebolar para se manter na ativa. A competição parecia vencida pelos mercados: preços competitivos, diversas opções de complementos, sem contar a praticidade de comprar num mesmo lugar o café da manhã, o almoço e o jantar, mas as padocas não abaixaram a cabeça, nem as portas! Se modernizaram, ampliaram a gama de produtos, diversificaram, passaram a vender de tuuuudo... até pão!

Padarias são o templo do bom aroma e por mais que os mercados se esforcem, nunca conseguirão ter aquela atmosfera cheirosa e aconchegante. Algumas, porém, vão além do trivial e conseguem se superar, são um verdadeiro absurdo e uma dessas é a Bakery Itiriki* no bairro da Liberdade em São Paulo (Rua dos Estudantes, 24 - (11) 3277-4939). Uma festa para todos os sentidos.

Logo que se abre a porta dessa padaria, uma nuvem deliciosa e perfumada de gostosuras entra pelo nariz e faz disparar o coração: cheirinho de pão assando, de doces, de café. O ambiente é encantador. A iluminação é confortável aos olhos e destaca o colorido dos lindíssimos pães, bolos e tortas artesanais. O sistema é self service... dá vontade de pegar um de cada de tudo! No entanto, praticamente todos os itens têm tabela nutricional; ao dar uma espiadinha no valor calórico, a idéia de lotar a bandeja fica um pouco prejudicada pelo bom senso! Ufa! É tudo tão fofinho, sucolento, são tantas opções que o pão francês fica todo tímido ali na cestinha no canto... mas é reconfortante saber que ele resiste! Há também os pães chineses cozidos no vapor com diversas opções de recheios e o pão de feijão. Os bolos confeitados são obras de arte, as porções são generosas e os preços são proporcionais ao tamanho e à beleza.

Seguindo o tilintar das xícaras, subindo as escadas, há um mezanino onde pode-se degustar as delícias acompanhadas por um espresso fresquinho, confortavelmente acomodados numa das mesas com cadeiras ou com fofos sofás. Seria possível passar uma vida inteira ali... não fosse um detalhe: a "música" ambiente. Ficou claro que essa não era uma preocupação para tornar o ambiente totalmente agradável... tocava uma seqüência pavorosa dos piores pagodes de todos os tempos! Ui! Talvez seja esta uma estratégia para manter a boa circulação, afinal, quem consegue ficar durante muito tempo ouvindo tanto sofrimento, dor de cotovelo e afins?!

A Bakery Itiriki é uma padaria encantadora, charmosa, cheirosa e que merece, no mínimo, uma visita... mas garanto que quem passar por lá pra dar uma olhadinha, não vai resistir aos apelos dos sentidos!! Recomendo!


*até o nome é gostosinho de falar, né?! Itiriki, Itiriki, Itiriki, Itiriki... hihihihihi

4 comentários:

Chéri disse...

Acho que você ia chorar com os aromas das padarias francesas. :)

Beijocas

FabiCatarse!! disse...

Daniel, imagine só... se uma padaria um pouco mais interessante me dispara o coração, uma francesa me causaria um ataque cardíaco!!!kkkkkkk

Anônimo disse...

Fabi, de uns tempos pra cá sempre dou uma passadinha pra conferir as dicas do seu blog. Já sei qual vai ser minha próxima parada quando estiver pela Liberdade.

grande abraço e parabéns.

Marcos Duarte

FabiCatarse!! disse...

Marcos, aqui sempre tem um café fresquinho esperando os amigos!