domingo, 28 de setembro de 2008

Segredos de Chef!

Dia desses, em casa pela manhã, deixei a tv ligada enquanto dava um tapa na bagunça. Estava passando o Mais Você, programa da Ana Maria Braga. Depois de repetir metade das notícias que o Bom Dia Brasil tinha acabado de dar, ela anunciou mais um capítulo do seu "reality show" particular*. Chama-se Super Chef. Como tenho mais o que fazer, não assisti desde o começo, mas como tudo na tv, deu pra adivinhar como o negócio todo funcionava: há alguns aspirantes a chef divididos em duas equipes que têm de cumprir provas gastronômicas, participam de workshops com chefs de verdade e são avaliados por esses chefs e alguma celebridade (lóóóóóógico, né?!), daí alguém se dá mal e é indicado à panela de pressão. Bem básico.

Quem cozinha sabe: ser elogiado pela comida que faz é a maior recompensa que se pode receber. Normal... tão humano quanto pensar. Mas imaginem isso na tv e valendo uma polida no seu ego! Vira uma fogueira das vaidades em rede nacional!! Era um festival de um tentando mostrar que sabia mais daquilo do que o outro, mas tudo com muita, muita, muita humildade, evidentemente, pra ficar bonitinho na tv!!!

O que mais se ouvia era: "...o segredo da tal coisa perfeita é...", ou "...o segredo pra que se chegue a essa textura é..." e aí por diante. Matei! Parece que a regra de ouro para corroborar o que se diz ou faz é começar todas as frases com "o segredo". Fica profissional, dá credibilidade, empresta veracidade aos procedimentos... por mais cretinos que eles sejam.

Como é possível ler em meu perfil logo ali ao lado, sou chef da cozinha aqui de casa e com tal epíteto, quero, do alto de minha experiência, dividir alguns segredos com vocês. Anotem, aprendam e usem. A vida de vocês na cozinha nunca mais será a mesma!

1° o segredo para se ferver uma água como um verdadeiro chef irá depender do que se pretende fazer com essa água pós-fervura. Digamos que seja para preparar um café. É preciso que se utilize uma caneca de ágata, porque ela não solta resíduos que podem comprometer o resultado final. Reservada a caneca ideal, coloque a quantidade de água necessária, preferencilamente mineral ou, no máximo, filtrada. Vale lembar que a água da torneira nunca irá oferecer uma água fervida de qualidade. Matéria prima de qualidade é o primeiro passo para um bom prato... ou xícara, conforme o caso! Na seqüência, leve ao fogo a 180°C nos primeiros 3 minutos, depois, reduza para 112°C para que não se perca o ponto ideal. Fique de olho. O maior segredo está na atenção! Tão logo as primeiras micro-bolinhas comecem a se formar nas laterais da caneca, contem exatamente 1200 delas, depois é só marcar 27 segundos no relógio, reduzir a chama a 90°C e começar a coar o café. Mas, não se esqueçam, é preciso que se mantenha essa mesma temperatura de ebulição até o fim do preparo da receita. Caso o ponto seja perdido, despreze a água restante e inicie o processo novamente.

2°o segredo para se fazer um miojo perfeito está não apenas no ponto da água, mas também em outros detalhes. A água(use precisamente 165ml ), ao contrário da que se utiliza para preparar um café coado, deve estar em ponto máximo de ebulição. Para isso, siga o passo a passo explicado anteriormente até o sugimento das micro-bolinhas, nesse momento, aumente a temperatura a 175°C e aguarde a formação de bolhas maiores, tal qual lava de vulcão. Cuidadosamente, retire o miojo da embalagem e, atenção, sem quebrar, afinal, sabemos que uma boa massa**nunca deve ser quebrada, coloque o bloco de macarrão na água e deixe que as próprias bolhas da água façam o primeiro processo de desembaraçamento da massa. Conte 1 minuto no relógio, então, com o auxílio de um garfo, delicadamente, termine de separar os longos fios. Agora, o maior segredo: conte apenas mais 1minuto e 27 segundos. Contrariando as instruções trazidos no pacote, o ponto ideal de cozimento é atingido aos 2minutos e 27segundos, uma vez que, enquanto se abre o pacotinho de tempero e começa-se a misturá-lo na água, no caso do preparo da versão sopinha, o macarrão continuará sendo cozido, ainda que o fogo já tenha sido apagado.

3° o segredo para fazer um chá de saquinho digno dos grandes lordes ingleses está na delicadeza dos movimentos. Explico: primeiramente, é preciso que se diga que o ponto ideal de cocção da água para o preparo de um chá de saquinho assemelha-se com o ponto do café coado, no entanto, antes de reduzir a chama a 90°C, é necessário que se conte, ao invés de 27segundos, apenas 18segundos, já que o chá de saquinho já passou por alguns processos que fazem com que suas propriedades sejam liberadas na água com mais facilidade, não necessitando, portanto, de temperaturas tão elevadas. Aquecida a água, hora de abrir o pacotinho de chá (dêem preferência àqueles embalados um a um, pois o sabor é mais bem preservado). Desprezem a embalagem, desenrolem delicadamente o barbantinho e, segurando pelo papelzinho que fica na extremidade oposta ao chá, encoste o pequeno invólucro na superfície da água. Não force o processo sacudindo histericamente o pobre saquinho de chá. Pacientemente, espere que a água, através das propriedades absorventes do filtro, seja captada e, lentamente, vá aumentando a densidade do saquinho que, obedecendo à infalível lei da gravidade, vai descendo até o fundo da xícara. Tão logo isso ocorra, puxe o barabantinho, retirando o saquinho completamente da água e repita o processo mais duas vezes. Ao final da segunda vez, repouse o barbantinho na lateral da xícara e aguarde cerca de 19 segundos. Passado o tempo, retire o saquinho e, com o auxílio de uma colher, apare-o. Utilizando o próprio barbantinho envolva o pequeno filtro, espremendo-o sobre a xícara de modo que a última concentração de substâncias saborizantes terminem por completar o chá. Adoce com mel ou adoçante.

Esses são apenas três dos inúúúúúúmeros segredos de como se complicar coisas simples na cozinha!!! Aproveitem... ou não! Afinal, instinto e experiência valem muito nesse terreno.

*uma distraçãozinha para a apresentadora enquanto o BBB 118 não começa.
**kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

PS - Fato de extrema importância que não pode passar em brancas nuvens: FERNANDO ALONSO GANHOU O GP DE CINGAPURA!!!!! VIIIIVA!! Uma rodada de paella pra todo mundo, por minha conta!!!!! Bravo! Bravo!

4 comentários:

O Profeta disse...

Olhos brilhantes maré tardia
Cabelos rebeldes em desalinho
Pés descalços no, frio barro
Um berlinde atirado ao caminho

Um bando de alegres pardais
Ou um domador de tempestades
Apenas um pássaro charlatão
Dividindo o pão em metades

Vem navegar no mar breve dos olhos de uma criança


Boa semana


Mágico beijo

Bruna Louise disse...

adorei o blog!
belos textos!

xxx
B

FabiCatarse!! disse...

...poxa, que linda poesia, Profeta!

Bruna! Obrigada! Gostou?! Então pode ler sempre, ok?! Por aqui tem sempre café fresquinho (Melitta!!) para as visitas!

Regis disse...

ahahahahahahahahahaahhahaahahaha! eu sempre espremo o saquinho na lateral da xícara pra firmar o sabor!
dica: prove o chá orgânico do carrefour sabor erva cidreira... parece que foi feito com a folha! eu nem acreditei quando provei!