domingo, 4 de janeiro de 2009

Receitas antiqüíssimas feitas com lingüiça no liqüidificador!


Este 1° de janeiro marcou, além da estreia de 2009, o início do novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

É provável que a maioria não tenha percebido, mas à meia-noite, concomitantemente ao espocar dos fogos de artifício, ocorreram pequenas explosões. Enquanto os fogos produziam luzes brilhantes, coloridas e alegres, das explosõezinhas resultavam pobres potinhos tristes que começavam opacos e iam se apagando melancolicamente até sua extinção total e completa. Ninguém, talvez um ou outro, tenha percebido que se tratavam de todos os tremas da língua portuguesa deixando de existir.

Embora seu fim não cause grandes catásfrofes, é inevitável pensar que nunca mais compraremos lingüiça na liqüidação, nunca mais tomaremos líqüido, o liqüidificador* será aposentado de vez, nunca mais adicionaremos na seqüência de nenhum preparo cinqüenta gramas de absolutamente nada! As receitas nunca mais serão as mesmas! Os livros e cadernos de receitas escritos até 31 de dezembro de 2008 tornaram-se antigos!

Vendo os cadernos de receitas da minha mãe, sempre achei engraçadinho ler dôce, assim, com o circunflexo, achava que isso dava um ar de receita antiga, tradicional. Agora, até as receitas que vão aos modernos microondas ganharam esse arzinho antigo. Conseqüentemente (ou consequentemente...ainda estou me adaptando), tornamo-nos antigos também! Ó, que afronta!

Alguns dirão: já vai tarde! Particularmente sentirei saudades do trema. Era como uma gravata borboleta em cima do u: chatinho de colocar, mas, assim como a gravatinha, dava um charme incomparável!

C'est la vie: vão-se os tremas, ficam as receitas! Adaptemo-nos com tranquilidade!


PS: Estou achando chatíssimo ter de deixar de ser uma LINGÜISTA para ser uma reles linguista... aaaaaaaaaaah, perde todo o charme. Por isso, ali no meu perfil, MEU perfil, não mudarei a grafia da palavra... que me chamem de antiga... de antiqüíssima!


*praticamente uma chuva de confete: são inacreditáveis SEIS pinguinhos em cima de uma única palavra!!

2 comentários:

FabiCatarse!! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Medeiros disse...

Fabi,

Com trema ou sem trema a gente se entende ne? Mas vou te dizer "as chuvinhas de confetes" realmente dão um charminho todo especial para as palavras.

Beijocas