domingo, 23 de agosto de 2009

Antes de comer, certifique-se de que a coisa é comestível...


Tenho um amigo que é responsável por algumas das histórias alimentares mais engraçadas que conheço. Ele é sagitariano como eu, mas, ao contrário de mim, consegue ser o 8 e o 800 numa mesma fase. Explico: já tive a minha fase alimentar mega-junkie, mas numa guinada, quando descobri que não tinha mais 15 anos (snif!), passei para a fase mega-saudável... nela estou e pretendo continuar. Meu amigo, no entanto, é mega-junkie e mega-saudável tudo ao mesmo tempo agora. Come de tudo e adora tudo.

Ele é super bem humorado, mas se tem uma coisa que o deixa ranzinza é fome. Por isso, sempre carrega em sua mochila de utilidades uma verdadeira lancheira com mil coisinhas para beliscar ao longo do dia. Acontece que num certo dia, já quase no fim do expediente de trabalho, ele, que havia saído para fazer serviços externos e demorou mais que o previsto na rua, retornou verde de fome e azedo de humor.

Passou por todos como um foguete. Ninguém se atreveu a falar com ele, era o mais seguro a fazer, afinal era nítido que ele não havia comido nada e todos sabem que, em casos assim, o melhor é se manter o mais distante possível. Foi direto para a cozinha para revirar sua mochila, pegou a sacola onde deveria haver frutas, barrinhas de cereal e afins.

Ao abrir a tal sacola... qual não foi sua surpresa ao descobrir que trouxe a sacolinha do lixo da pia da casa dele!! Antes de se dar conta do próprio engano saiu intimando quem tinha sido o responsável pela brincadeira de péssimo gosto (...nesse caso, incontestavelmente, literalmente de péssimo gosto!!). Todos o convenceram de que ali, não havia ninguém louco o suficiente para mexer com a comida dele, então, ligou a com b e descobriu que se atrapalhara um tiquinho ao pegar a sacola de comidinhas antes de sair de casa!

Como já era tarde e o assunto era de extrema urgência, ele se virou como pôde na cozinha: comeu aveia com água! Não interessa se era bom ou ruim... o mais importante é que, de barriguinha cheia, ganhamos nosso amigo bem humorado de volta e pudemos rir a valer dessa confusãozinha que ele havia feito.

Ah... são tantas histórias hilárias... tem a do bombom de sabonete, a do pernil com maionese e suas consequências, a da coxinha de cabelo que saiu rolando... uma mais divertida do que a outra. Mas esses são causos para outros posts...

Importante mesmo é a lição que aprendemos hoje: antes de comer, certifique-se de que a coisa é comestível!

5 comentários:

Dani - Paladar disse...

Fabi, isso aconteceu com um chefe meu em um churrasco, ele resolveu levar pêssegos e creme de leite, antes de partir, deu uma geral no apto, recolheu o lixo e deixou todos os saquinhos próximos a porta. Na saída, o pêssego foi parar na lixeira do corredor e a sacola de lixo no churrasco, que ele só descobriu bem na hora de montar a sobremesa hahahah MICO geral.

Rosane Vargas disse...

Bah, eu sou superdistraída, mas levar lixo na bolsa, essa ainda não fiz. Hahaha
Beijos

Fabi.Catarse!! disse...

Dani, que chaaaaaaato!!!! Pelo menos meu amigo não ia dividir a lancheira com ninguém! hehehehe
.
Bah, Rosane, ninguém ganha desse meu amigo!
.
Bjs!

As Turcas disse...

Assino em baixo, comer qualquer coisa nem pensar....Bjs

Hugo Zanardi disse...

só tenho uma palavra a dizer e acredito que estare certo: Cesar!