domingo, 11 de setembro de 2011

Top 5 - Gostinho Estranho 2*




1º gosto de garrafa - vivemos em uma época da valorização de atitudes ecologicamente corretas, pois não?! Por isso, diante daquela inocente garrafinha d'água feita de plástico que levará 252 anos para se descompor no ambiente, você opta por reutilizá-la, enchendo-a no bebedouro ao invés de comprar outra novinha, certo?! Muito certo, muito ecológico, no entanto, essa atitude repetida 3 a 4 vezes, sem que a pobre garrafinha seja devidamente higienizada, faz com que se conheça o tal gosto de garrafa;



2º gosto de bambu - esse gosto conheci quando era criança e fui a um aniversário que servia, dentre outras comidinhas, um curioso espetinho de carne moída. Nunca havia visto nada parecido, mas, mais inusitada do que a habilidade de fazer a carne moída parar num espeto, foi o gosto que senti: bambu! Não sei se por conta das restrições orçamentárias, resolveram filetar o bambu do varal para economizar, fato é que o gosto do espeto transferiu-se totalmente para a carne e nunca mais me esqueci dessa combinação pouco harmoniosa;



3º gosto de pano sujo - deveria ser lei federal, não, não... universal: pano de prato, visando a saúde dos seres humanos, deve ser sempre impecavelmente limpo. Infelizmente, isso é lei apenas para pessoas implicantes como eu, mas há quem goste de conservar o tal pano de prato (pano de louça, guardanpo ou seja qual o nome que se dê) em uso por dias e mais dias. O problema é que depois de usar o pano para secar a louça ele, o pano, adivinha... fica molhado. No entanto, é comum que se esqueça o pobrezinho secando meio amontoadinho num canto qualquer, por isso, ele vai ficando com um cherinho esquisito de cachorro molhado e, consequentemente, tudo o que esse mesmo pano tocar dali para frente, irá ganhar seu aroma de pano sujo... eca;


4º gosto de passado - há quem seja capaz de comer comida velha sem se dar conta de que aquela plumagem esverdeada não é salsinha, mas sim mofo. Há, todavia, aqueles que, devido a uma espécie de mutação que alia super paladar, hiper visão e master olfato, são capazes de identificar o gosto de passado antes mesmo de engolir o alimento. Trata-se de uma quase vidência, que faz com que essas pessoas consigam identificar a mais sutil evidência de que um certo alimento já não goza mais de total frescura, identificam o gosto de passado que só irá se manifestar para a grande maioria num futuro distante... ou nem tanto;



5º gosto de banheiro - fechando com chave de ouro essa segunda rodada de gostos estranhos, o gosto de banheiro é, na minha opinião, um dos piores. Explico. Banheiro e cozinha são ambientes opostos, quase como céu e inferno. Não devem ficar perto um do outro. O que se faz em um, não se deve fazer no outro. Entretanto, por uma distração, uma inocente medida, vejam que ironia, uma medida de higiene faz com que tudo numa cozinha fique com gosto de banheiro. Adivinharam o quê?! Limpar a cozinha com desinfetante! Pior ainda se for aqueles desinfetantes de pinho (Pinho Sol, Pinho Bril e afins) cujo cheiro remete imediatamente a um banheiro - limpo, mas ainda assim, um banheiro! O cheiro costuma ser tão forte que acaba contaminando tudo no ambiente, assim, a maçã fica com gosto de pinho, o pão fica com gosto de pinho, os copos ficam com gosto de pinho... ou seja, tudo fica com gosto de banheiro!





* atendendo a pedidos, acrescento gostos estranhos que ficaram faltando na primeira parte. Agradecimentos especiais às queridas amigas que contribuíram com as dicas de gostinhos estranhos: obrigada! Querem saber quais são os outros? Leiam aqui: http://claraemneve.blogspot.com/2011/08/top-5-gostinho-estranho.html

Um comentário:

Andreia CSilva disse...

eu sou do tipo q identifica comida vencida hahaha, pq me faz mal, outra pessoa não identifica e na maioria não faz mal, mas p mim, nossa , é um desastre.