domingo, 15 de abril de 2012

Festa no Apê!



Não, não, senhoras e senhores... não estou a tentar resgatar aquele antigo (!) sucesso (?) do cantor (?!) Latino. O que será narrado a seguir se trata de causo baseado em fatos reais:



Era sábado à tarde quando o casal, feliz da vida simplesmente por ser um sábado à tarde, resolveu abrir uma garrafa de vinho para acompanhar uns queijinhos que estavam na geladeira e comemorar as coisas simples da vida.



Lá pela metade da garrafa, já se preparando para abrir a próxima, ela teve a ideia de chamar o casal de vizinhos do andar de baixo para acaompanhá-los no queijo (só tinha gouda!) e vinho (só merlot!). No elevador, ela encontrou o vizinho da frente:



- Vai lá em casa, estamos tomando um vinhozinho e comendo queijo!

- Eba! Vou sim, vou levar um vinho que tenho lá em casa e vejo se tenho alguma coisa para acompanhar!



Chegando no apartamento de baixo, blim-blom:



- Oi, vim chamar vocês para tomar um vinho lá em casa e comer um queijinho!

- Maravilha! Mas estamos esperando um amigo... vocês se importam se levarmos ele?

- Claro que não! Vão lá!

- Tá! Vou levar uns vinhos que estão na adega e vejo se tenho algum queijo para acompanhar!



Na volta para o apartamento, nas escadas, encontrou o vizinho de cima que descia:



- Oi! Faz tempo que não via você! Como vão as coisas?!

- Nossa... muitas coisas! Muitas novidades!

- Sério?! Faz assim: faz o que você tem que fazer e depois vai lá em casa... estamos tomando um vinho e beliscando um queijinho... Chama sua namorada. Estamos esperando!

- Beleza... só vou até o mercado comprar umas coisinhas e aproveito para comprar uns vinhos e uns queijos... na volta a gente passa lá!



De volta ao apartamento, o vizinho de baixo já havia chegado e trouxe outro amigo, que chegou de surpresa. Nesse caso, o marido resolveu ir até o mercado pegar mais uns vinhos. Na frente do prédio, encontrou o irmão, que chegava de surpresa com a cunhada e os dois filhos:



- Nossa, acertaram em cheio! Estamos tomando uns vinhos com uns amigos! Subam lá que eu já volto!



No mercado, encontrou o vizinho de cima:



- Ô, rapaz... tô comprando uns vinhos pra levar lá na sua casa... sua esposa acabou de chamar a gente pra colar lá!

- A gente?

- Eu e minha namorada... e... a irmã dela... que chegou sem avisar... algum problema se a gente levar ela?!

- Beleza, rapaz, mas não é nada demais... só um bate papo entre amigos... vim pegar mais uns vinhos e já volto lá!



Na fila do caixa, claro, não podia ser noutro dia: encontrou os caras da faculdade que não via há anos! Adivinha:



- Pô... cola lá em casa... a gente toma um vinho e coloca o papo em dia!



Eram 6!



Quando chegou em casa, encontrou a esposa tentando administrar o caos. O apartamento, de 35 metros quadrados, estava lotado. Já tinha gente com taça de vinho no banheiro, trocando altas ideias, sentado na pia, com o outro, sentado na beira do box! Na mesa da cozinha, mais garrafas de vinho do que muita adega por aí! Queijos de todas as qualidades. Na pequena sala, já não se via mais o sofá. Parecia a estação da Sé, às 6h da tarde. Do quarto, vinha o som: um dos vizinhos trouxe o violão... o que motivou o outro a pegar sua flauta... e quando se viu, havia uma roda de choro instaurada, mal acomodada, mas muito empolgada!



Interfone:


- Alô!

- Boa noite... é que tem um pessoal reclamando do barulho!

- Faz assim, o próximo que reclamar... manda pra cá pra comemor com a gente!

- Vou deixar o recado... tô largando do posto agora...

- Então sobe aqui, poxa!!! Comemora com a gente!



Pouco tempo depois, já era necessário organizar um rodízio para entrar no apartamento:



- Oi, que bom que vocês vieram... Mas deixa eu pedir uma coisinha... dá pra esperar um pouco?! Vocês estão no grupo 4, tá?!



A noite já ia alta quando resolveram pedir pizzas. Quando chegou:



- Ué! o dono da pizzaria entregando pizza?!

- É a última da noite... resolvi fazer eu mesmo, mas já tô indo pra casa!

- Fica aí, então, rapaz... estamos tomando um vinho... bom, na verdade a gente tá dando uma festa de arromba!!! Aproveita!

- Posso chamar minha namorada?!

- E não?! Claro que pode!

E assim, meio sem querer... acabaram dando uma mega festa para o prédio todo (e agregados!). Quem disse que em apartamento pequeno não é possível oferecer uma "recepçãozinha" vez ou outra?! É tudo uma questão de organização, oras! Apartamento de gente boa é assim: sempre cabe mais um (monte de gente boa!).



Um comentário:

Andreia CSilva disse...

adorei a história hehehe