domingo, 3 de maio de 2009

Virada Cultural 2009


Dias 02 e 03 de maio, fim de semana da Virada Cultural em São Paulo! Em 2009, cá entre nós, a dona Crise deu o tom da festa. Não pelo público, a mesma multidão das edições passadas, mas a lista de atrações, além de menor, não contou com tantos destaques como antigamente. Ainda que nomes como Tom Zé, Novos Baianos, Arrigo Barnabé e (tá bom, vai...) Maria Rita (que estão dizendo por aí, é a graaande atração da edição 2009) estivessem na lista, a ala roqueira, a que mais me interessa, ficou muitíssimo a desejar.

Será que os organizadores imaginaram que CPM22 seria o grande representante da categoria?! Ui, que medo! Para salvar a honra do bom e velho, os bons e velhos, Tutti-Frutti (?), Camisa de Vênus, Velhas Virgens e Joelho de Porco. Além da nem tão velha assim, Nação Zumbi (rock?!). Tinha também o 'Palco 20 anos sem Raul'... imaginem quantos 'Toca Raul!' ecoaram por ali! Medo.

Onde foram parar nomes consagrados e respeitados do rock nacional vistos às enxurradas em 2008? Na edição passada, o 'Palco Canja' fez ,durante as 24 horas do evento, um rodízio alucinante de grandes nomes como Clemente (Plebe Rude e Inocentes), Redson (Cólera), Andreas Kisser (Sepultura) e tantos e tantos outros em jam sessions inesquecíveis, além do 'Palco Independentes' que deu espaço e oportunidade para bandas independentes mostrarem seu trabalho. Em 2007, foi covardia... rolou até Plebe Rude (...ah, minha banda favorita do coração!).

Em 2009, até a sinalização ao longo do percurso estava minguada. E banheiros químicos?! Juro que não vi. Deve ser por isso que às 19h o cheiro de pipi já tomava conta do ar. Urgh.

Ontem, saí de casa com toda a boa vontade de que uma pessoa convalescente é capaz, depois de uma semana de repouso forçado. A atração escolhida para iniciar os trabalhos foi Arrigo Barnabé no Teatro Municipal... ou melhor dizendo, teria sido. A fila, identicamente às edições passadas, era uma verdadeira 'roubada cultural'. Simplesmente não tinha fim, dobrava a esquina depois de um caracol à moda Playcenter. Mas, como boa sagitariana, otimista e tudo mais, ainda tive esperanças em conseguir um ingresso. Depois de uma hora, numa 'cilada cultural', decidi que não quereria transformar minha Virada numa 'filada cultural', saí andando e fui para o 'Palco República' para ver Tutti-Frutti (!). Ah, bacaninha, vai!

Logo que o show acabou, infelizmente, minha 'virada estomacal' ( a que medeixou de molho)começou a se manisfestar, assim como a 'baixada da pressão arterial'. Revirada por dentro e zonza, percebi que não conseguiria virar a Virada e fui para minha casinha, virar uma xícara de chá quente goela abaixo e me virar embaixo do edredon, afinal, estava um frio de rachar os ossos ontem à noite. Nem deu tempo de passar fome na rua... aaaaaaah... também não tomei café da manhã no Mercadão... aaaaaaaah. Até tinha levado uma barrinha de granola na bolsa!

Uma pena não ter podido desfrutar de mais atrações! Espero, sinceramente, que quem estava mais no pique do que eu tenha conseguido aproveitar esse evento maravilhoso, afinal, embora minhas bandas favoritas não tenham marcado presença, mais do que grandes nomes ou atrações, a Virada Cultural é uma festa de dimensões imensas, que proporciona uma vivência cultural indescritível. São tantas pessoas diferentes, tantos lugares, cores, sons que a simples caminhada pela cidade já é a festa. Sou fã! Não participou esse ano?! Ano que vem tem mais: Virada Cultural 2010, me aguarde, já estou me preparando para ficar 24horas me divertindo a valer!

5 comentários:

Chéri disse...

Oi, mocinha. Tô em Sampa até 3a. Que tal um café?
Beijo!

Fabi.Catarse!! disse...

Café?! Opa, tô dentro!hehehehe
Segunda?! Sabe chegar na Livraria Cultura no Conjunto Nacional na Avenida Paulista?!

(fabicatarse@yahoo.com.br)

Hugo Zanardi disse...

minha virada foi bem intensa, postagem daqui a pouquinho no blog!

www.cartasecasos.blogspot.com

morganapersefone disse...

Eu, literalmente, me acabei. Estou com uma faringite de dar medo. Podre podre.

Há quanto tempo, hein moça?


Besos!!!
Morgs!

morganapersefone disse...

Eu, literalmente, me acabei. Estou com uma faringite de dar medo. Podre podre.

Há quanto tempo, hein moça?


Besos!!!
Morgs!