domingo, 9 de maio de 2010

Fast food?!

- Bom dia! Vai pagar em dinheiro ou cartão?

- Bom dia!!! Ainda não sei... Acho que em dinheiro. Não, cartão! Dinheiro! Cartão, cartão!

- CPF na nota, senhora?

- Será?! Não sei. Quero! Quero sim!

- Pode falar.

- 29...34...78... não... 29...24...48...98736

- CPF inválido, senhora.

- De novo: 2924489...9 ou 8? Espera, deu branco! Vou pegar o CPF na bolsa... um segundinho!

- (...)

- Mas onde foi que eu coloquei aquele danadinho? Estava aqui até ontem! (...) Ah, troquei de bolsa e acho que deixei na outra. Que pena! Faz sem CPF mesmo.

- (respira fundo) Pode fazer o pedido.

- Sabe, ainda não me decidi! O que você me recomenda?!

- (conta até 10) Big Mc, batata grande, refrigerante grande?

- Não, não, tudo muito grande... estou com pouca fome...

- Cheese burger, batata pequena, refrigerante pequeno?

- Hummm, talvez... como é o cheeseburger?

- Basicamente hamburguer e queijo (dã!)

- Ah, é mesmo! Cheeeeeeese e burger!! Entendi! Mas não, muito simplesinho. Quero algo um pouco menos vulgar...

- Quer olhar nosso cardápio, senhora?

- Não, não! Confio em você! Além disso, estou sem meus óculos, não estou enxergando nada! Aquele ali da foto, bonitão, qual é?

- Cheddar Mc Melt, senhora.

- Hummm, parece bom. O cheddar que você diz é queijo cheddar?

- Exatamente, senhora. Batata e refrigerante?

- Queijo cheddar e o que mais?

- Hamburguer, picles, catchup, mostarda, cebola dourada no shoyo e pão. Batata e refrigerante?

- Hummm, parece bom! Acho que vou querer esse.

- (bufando) Batata e refrigerante?

- Não, não, só o lanche, querida! Estou com pouca fome.

- CHEDDAR AQUI (gritando para colocarem logo na bandeja)

- Já está pronto? É aquele ali? Não, não... pede pra fazer o meu sem cebola, por gentileza! Detesto cebola!

- CHEDDAR ESPECIAL SEM CEBOLA! (quase histérica)

- E sem mostarda, tá? Destesto mostarda!

-CHEDARESPECIALSEMCEBOLAESEMMOSTARDA... MAIS ALGUMA COISA, SENHORA? (gritando como se a senhora estivesse a 1 km de distância)

- Deixa ver... hummm... não, não... é só isso, mesmo!

- R$ 5.

- Eu tinha falado dinheiro ou cartão?

- Cartão.

- Aqui.

- Débito ou crédito?

- Dédito. Não, crédito. Débito, débito!

- Débito, senhora?

- Isso mesmo. Foi o que eu disse!

- Pode colocar a senha.

- (129877? Não... 127798... 981277? 978721?) Xi, esqueci minha senha! Bloqueei meu cartão! Poxa vida! Tá aqui, ó, vou pagar em dinheiro.

- (grrrrrr) Não tem mais trocado, senhora?

- Não!

- PRECISO DE TROCO PRA 100! (gritando bem mais do que o necessário, já que a gerente estava ali do ladinho)

- (...)

- Seu troco, seu lanche (graças a Deus!).

- Ah, vou querer pra viagem!

- (jogando o lanche no saco de papel)

- Obrigada, querida! Deixa ver seu nominho... adorei você, sempre que vier aqui, faço questão de ser atendida por você! Tchau-tchau!

*

No dia seguinte a atendente pediu demissão.


Um comentário:

Carol disse...

kkkkkkkkkkkkk