quinta-feira, 30 de agosto de 2007

Comida de Hospital


Esta semana, fui visitar uma amiga que, infelizmente, está internada. Ela está sendo bem tratada, bem cuidada, mas, além do fato de ser naturalmente ruim ficar internada, a queixa maior e mais compreensível que ela fez foi sobre a comida.
Creio que todos concordem que comida de hospital é lamentável. Parece que também está doente e se você não está, acaba ficando, só de olhar. É uma comida anêmica, sem gosto, sem sal (ainda mais para pacientes tratando de problemas renais!) e servida de maneira deprimente.
É evidente que quem está sob tratamento de seja qual for a doença deve seguir uma dieta que auxilie na recuperação, no entanto, não precisa avacalhar. Minha amiga mostrou o almoço dela, quando ela levantou a cúpula de inox, meu estômago deu cambalhotas e teve de se segurar para não fugir de mim. Tratava-se de uma bolota de arroz empapado com gruminhos de batata, uma grosma de polenta estirada num canto do prato, um tira de peito de frango mais branco do que as penas que um dia o cobriu, pedrinhas de feijão preto (que na verdade era para ser carioca, mas na panela ele se transformou em preto!) e mais alguma coisa que não consegui identificar.
Quem está internado, pressupõe-se que esteja tomando vários medicamentos que,a maioria das vezes, causa falta de apetite. Será que não dá para dar uma caprichadinha para ficar um tantinho mais apetitoso?! É uma equação óbvia, paciente que se alimenta melhor, recupera-se mais rápido e, conseqüentemente, deixa o hospital num prazo menor, dando vaga a outros pacientes. Comida de hospital deveria ser a melhor e mais saborosa comida do mundo!

Faço votos de que minha amiga volte o mais rápido possível para casa dela!

3 comentários:

morganapersefone disse...

Acho que depende muito do que a pessoa tem, Fabi.

Quando eu fiquei internada com pneumonia a comida era muito boa e cheia de variedades. Fiquei uma semana no hospital e comi de um tudo.
Tudo muito caprichado. Até minha mãe se espantava. Muitas vezes eu dividi minha refeição com alguém que estava no quarto comigo (amigos, a parentada toda...)

FabiCatarse!! disse...

Ah, nem digo nada quanto à variedade, me refiro mais ao aspecto do comida que é desencorajador, além disso, você ficou num hospital particular, enquanto ela estava (sim, ela saiu ontem!!! Eba!) num hospital público... evidentemente esse detalhe faz toda a diferença, né?!

morganapersefone disse...

Ahhh... sem sombra de dúvidas.

E o aspecto era tão bom quanto o sabor.